Ministério Publico do Estado de Mato Grosso

VIVA O SEU BAIRRO

População da Grande Morada da Serra leva demandas à Ouvidoria do MPMT

por ANDERSON PINHO

segunda-feira, 09 de setembro de 2019, 11h15

Unidades de saúde que não conseguem atender a demanda da região por insuficiência de profissionais e pelo espaço físico inadequado, falta de vagas em creches para atender as crianças enquanto os pais trabalham, obras de infraestrutura inacabadas, transporte coletivo deficiente. Estas foram algumas das queixas levadas ao conhecimento da Ouvidoria do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) durante a realização do projeto Viva o Seu Bairro no sábado (7), feriado da Independência do Brasil, na Praça Expedicionários, no bairro CPA IV, em Cuiabá. Grande parte das demandas foi levada por dirigentes dos bairros que compreendem a região, que tem uma população estimada em 200 mil pessoas.

Líder comunitária há 12 anos, a presidente da Associação dos Moradores do CPA IV (1ª, 2ª  e 3ª etapas), Azenir Gonçalves da Silva, procurou a Ouvidoria do MPMT munida de farta documentação que inclui ofícios e protocolos de solicitações feitas junto ao Município de Cuiabá e ao Governo do Estado. Um dos problemas relatados por ela é a situação da Escola Estadual Newton Alfredo Aguiar, localizada no CPA IV, setor 3, que teve suas obras paralisadas em virtude de irregularidades em processos licitatórios. A unidade escolar foi um das listadas na operação Rêmora. “A gente não teve resposta das razões pelas quais a obra não foi concluída”, relata.

Com cópia de um boletim de ocorrência nas mãos, o presidente da Associação de Moradores do CPA II, João Raimundo Alves de Figueiredo, pediu providências em relação à falta de iluminação do miniestádio do bairro, vítima de furto de fiação elétrica, há vários anos e até hoje não obteve o retorno do Município. “Ali é um dos poucos espaços de integração da comunidade, um lugar onde eram desenvolvidos projetos desportivos para tirar os jovens das ruas e oferecer oportunidades de lazer às famílias da grande Morada da Serra. Quem é que vai fazer atividade física nesse calor no miniestádio? , questiona o dirigente ao apresentar também outras demandas.

A diarista Rosiane de Amorim, de 35 anos, foi uma das pessoas que buscaram orientação da Ouvidoria do MPMT para matricular o filho Adrian, de 3 anos e nove meses, em uma creche municipal. Segundo ela, enquanto estava empregada pagava R$ 150,00 de mensalidade em uma creche particular localizada no bairro. Agora que está sem trabalho, teve que voltar para a casa da mãe. “Se eu tivesse com quem deixar ele, já estava trabalhando. Não posso deixar essa responsabilidade com minha mãe, porque ela tem a vida dela, a rotina dela”, relacionou a desempregada, que ainda tem outra filha de 14 anos, especial, que está sem ir para a escola.

Na tenda da Ouvidoria, as atendentes fizeram o registro da manifestação da trabalhadora e fizeram orientação necessária para que a criança, com idade próxima de ser atendida pela educação infantil e não mais por creche, volte a ser a receber cuidados enquanto a mãe possa procurar trabalho. “Quando a manifestação está relacionada à área de atuação da Ouvidoria, fazemos o registro e colhemos as informações. Quando não é, fazemos o encaminhamento necessário. Aqui, a população não fica sem uma resposta em relação à demanda trazida até nós”, explica a procuradora de Justiça, Julieta do Nascimento Souza, ouvidora substituta do MPMT.

Saiba mais - A Ouvidoria do MPMT tem como objetivo atender as demandas da sociedade e elevar a transparência do trabalho desenvolvido pela instituição. Além do atendimento itinerante, a população pode acessar esse serviço pelo telefone 127, aplicativo MP Online (disponível para os sistemas operacionais Android e iOS), e-mail ouvidoria@mpmt.mp.br, formulário eletrônico de manifestação e atendimento presencial na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, localizada na Rua 04, s/nº (Centro Político e Administrativo), em Cuiabá, aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

Compartilhe nas redes sociais
facebook twitter
topo