Ministério Publico do Estado de Mato Grosso
empty

VÁRZEA GRANDE

Mês da Mulher: Rede de Frente assina termo de cooperação e comemora data no próximo dia 21

por ANA LUÍZA ANACHE

sexta-feira, 08 de março de 2019, 14h59

O Dia Internacional da Mulher será comemorado pela Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Várzea Grande e Nossa Senhora do Livramento com solenidade de homenagem e assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre os representantes das instituições no dia 21 de março. O evento, que ocorre no Auditório II do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag), a partir das 8h30, contará com a presença do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, e da promotora de Justiça Regilaine Magali Bernardi Crepaldi.

A rede foi instituída há um ano, com objetivo de potencializar, articular e organizar o atendimento prestado por diversas instituições que atuam na defesa dos direitos da mulher, de modo a contribuir para a redução dos índices de violência doméstica e familiar na comarca, bem como oferecer o aporte necessário para as vítimas antes e depois de formalizada a denúncia.

O grupo é constituído pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado de Segurança Pública, Prefeitura Municipal de Várzea Grande e suas secretarias, Guarda Municipal, Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Livramento, Centro Universitário de Várzea Grande (Univag), Ordem dos Advogados do Brasil, Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), e instituições da sociedade civil organizada.

AÇÕES:  Em doze meses de trabalho, inúmeras ações foram desenvolvidas, entre elas: implantação da Patrulha Maria da Penha, disponibilização do Serviço de Reflexão para Homens, capacitação dos profissionais que prestam atendimento à mulher em situação de violência, reuniões periódicas, além de diversas atividades educativas e orientativas à população.

DADOS: Conforme o Painel de Violência contra as Mulheres do Senado Federal, lançado este mês, em 2016, 4.635 mulheres morreram em decorrência de violência no país, 185.308 notificações de violência contra mulheres foram realizadas por órgãos de saúde, 224.946 boletins de ocorrência foram registrados e 402.695 processos judiciais distribuídos afetos à temática. Em Mato Grosso, o registro é de 106 homicídios de mulheres, 1.754 notificações de violência, 22.933 boletins de ocorrência e 13.427 processos na Justiça.
Compartilhe nas redes sociais
facebook twitter
topo