Ministério Publico do Estado de Mato Grosso
empty

VÁRZEA GRANDE

Rede de Enfretamento realiza capacitação de profissionais nesta sexta

por CRISTINA GOMES

quarta-feira, 12 de setembro de 2018, 16h25

Nesta sexta-feira (14), às 8 horas, no Centro Universitário de Várzea Grande (Univag), acontece mais uma etapa do ciclo de capacitação de agentes sociais que prestam atendimento à mulher em situação de violência. O trabalho é desenvolvido pela Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar em Várzea Grande e Nossa Senhora do Livramento. Desta vez, o treinamento será voltado para profissionais que atuarão em duas frentes: “Patrulha Maria da Penha” e “Serviço de Reflexão para Homens”.

No caso da “Patrulha Maria da Penha” a proposta é capacitar profissionais que atuam nas policias Civil, Militar e Guarda Municipal de Várzea Grande e que tenham perfil e manifestem interesse em trabalhar no projeto. Durante o treinamento eles receberão instruções de como deverá ser feito o acompanhamento periódico a mulheres em situação de violência que tenham medidas protetivas de urgência previstas pela Lei n. 11.340/06 deferidas pelo Poder Judiciário.

Já para o “Serviço de Reflexão para Homens” serão capacitados profissionais da Assistência Social (Creas VG e CRAS Livramento) e advogados. Eles atuarão em um espaço preparado para atender homens que cometeram crimes tipificados na Lei nº 11.340/06 que busquem apoio espontaneamente ou que sejam encaminhados pelo Poder
Judiciário. A proposta é que o atendimento vá além da mulher agredida ou em situação de violência e se estenda ao autor do fato com o objetivo de romper o ciclo de agressão e evitar reincidências

Rede de Enfrentamento a Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher
O objetivo do projeto é melhorar o atendimento das instituições que integram a rede de enfrentamento, com proposta coletiva, articulada e humanizada com vistas à redução dos índices de violência doméstica contra a mulher. Frente ao contexto estadual marcado pelos altos índices de violência contra a mulher, o projeto se torna mecanismo de defesa e ampliação dos direitos humanos e sociais das mulheres, contribuindo com o enfrentamento deste fenômeno.

O trabalho a ser desenvolvido nos dois municípios – Várzea Grande e Nossa Senhora do Livramento – já está em pleno funcionamento na Comarca de Barra do Garças desde o ano de 2013. Os resultados apontaram melhoria dos serviços que compõe a rede e redução dos índices de violência doméstica contra a mulher, demonstrando ser experiência exitosa e de sucesso no que diz respeito ao enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.


Compartilhe nas redes sociais
facebook twitter
topo