Ministério Publico do Estado de Mato Grosso

JORNAL O ESTADO DE MATO GROSSO

Prefeito de Comodoro tem bens bloqueados pela Justiça

sexta-feira, 12 de julho de 2019, 10h09

DA REDAÇÃO

O prefeito de Comodoro (638 km de Cuiabá), Jeferson Ferreira Gomes, teve os bens bloqueados pela 2ª Vara Cível de Comodoro no valor de R$ 403 mil por supostas irregularidades em licitação e improbidade administrativa. No início de 2019, Gomes já havia sido condenado à perda do cargo por contratar familiares utilizando a estrutura pública. De acordo com a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Mato Grosso, o prefeito causou “dolosamente, danos ao erário, ferindo de morte os princípios que regem a administração pública, notadamente os da moralidade e da legalidade, tudo isso em prol da empresa e seus respectivos sócios, que se enriqueceram ilicitamente”. A empresa vencedora do certame, segundo a ação do MPE, também foi vencedora de outros quatro certames de maneira fraudulenta. Além disso, o contrato tinha por finalidade oferecer a realização de serviços desnecessários e superfaturados. Os serviços deveriam ser prestados diretamente pelo município.

REINCIDÊNCIA - Ainda segundo o MPE, o prefeito é reincidente em atos considerados como improbidade administrativa. Há três cenários ímprobos, segundo os promotores de Justiça Felipe Augusto Ribeiro de Oliveira e Luiz Eduardo Martins Jacob Filho, descobertos e judicializados recentemente, fora as investigações em andamento. “São diversas as práticas levadas a efeito pelo gestor no intuito de malversar o dinheiro público em prol de seus interesses particulares, inclusive através de procedimentos licitatórios fraudulentos, devidamente ‘montados’ e direcionados com o escopo de desviar recursos do erário”, consta na inicial. (Com assessoria)

Compartilhe nas redes sociais
facebook twitter
topo