Ministério Publico do Estado de Mato Grosso

GAZETA

Estádio Dutra começa a passar pela 1ª reforma

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019, 16h38

LUIZ ESMAEL
DA REDAÇÃO

O estádio municipal, presidente Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, começa a passar por reforma emergencial após a segunda queda do muro que cerca local. O último desabamento ocorreu quase no fim do ano passado, quando parte do muro em frente ao batalhão do Corpo de Bombeiros veio ao chão após forte chuva. No início de 2017, também no período chuvoso, caiu parte do muro ao fundo do campo que dá a Vila Militar. Por essas quedas da estrutura física entre outros problemas do Dutra, que no próximo dia 31 de janeiro completará 67 anoos de sua inauguração, fizeram com que o Ministério Público Estadual (MPE) interditasse o local para receber jogos profissionais e automaticamente público.

A interdição ocorreu no início de 2015, quando o local recebia partidas válidas pelo Campeonato Mato-grossense da Primeira Divisão daquele ano. De lá para cá, o local só sedia partidas amadores, mesmo sem assim sem presença do torcedor. Preocupado com a atual situação de um dos mais importantes patrimônios de Cuiabá, o secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, o exvereador Francisco Vuolo, já autorizou o início dos trabalhos. Segundo ele, desde ontem a empresa vencedora da licitação para esta reforma já trabalhando no local. De início, há um a mobilização grande por parte dos trabalhadores para limpar todas as dependências do estádio.

Em seguida, inicia-se a obra de reforma exigida pelo MPE, que é a acessebilidade aos portadores de necessidads especiais, partes hidráulica, elétrica e drenagem do gramado, este último com objetivo de evitar alamento em várias partes do campo quando chove. Pelo contrato com a empresa, a entrega da reforma ocorrerá num prazo de 120 dias. Isto é, o Dutrinha estará reaberto para receber jogos e o torcedor em até 2 mil pessoas no mês de abril, quando Cuiabá comemora seus 300 anos de emancipação política e administrativa. Após este primeiro momento da reforma, segundo Vuolo, haverá um concurso arquitetônico em que será eleito o melhor projeto visando uma ampla revitalização do Dutra. A prefeitura prevê o aumento no número da capacidade para acomodar um público estimado em 12 mil torcedores.

Compartilhe nas redes sociais
facebook twitter
topo