Ministério Publico do Estado de Mato Grosso

DIÁRIO DE CUIABÁ

Combate às queimadas urbanas ganha reforço

terça-feira, 19 de junho de 2018, 14h57

Da Reportagem

Cuiabá terá quatro brigadas mistas para o combate às queimadas urbanas, que apesar de serem proibidas o ano todo tendem a aumentar neste período de estiagem. Uma das novidades deste ano é a união de esforços, entre órgãos municipais e estaduais e do Ministério Público do Estado (MPE), na dinamização das ações de proteção, recuperação dos danos e na responsabilização dos infratores. Para isso, a prefeitura municipal, a Secretaria de Estado de Meio Ambiental (Sema), Corpo de Bombeiros e o MPE assinaram, ontem, um protocolo de intenções em defesa do meio ambiente. A assinatura ocorreu durante o lançamento oficial da campanha de prevenção e combate às queimadas urbanas 2018.

Da Defesa Civil municipal, o coronel Paulo Volkmer, explicou que este ano o número de bases foi ampliado para quatro, sendo que as unidades ficarão sediadas no Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros, que fica no Distrito Industrial. “Para este ano, teremos quatro bases de atendimento descentralizadas, sendo uma na regional oeste, outra na norte e duas na região sul. A regional leste nós podemos cobrir com essas outras regionais”, afirmou. Ano passado foram montadas três bases. Por enquanto, conforme Volkmer, a capital ainda está com baixos índices, mas no mês de julho a umidade relativa do ar (URA) começa a cair e, consequentemente, os focos de queimadas aumentam. “O que nós queremos com essa parceria é fechar o ciclo de ocorrências de incêndio em terreno urbano de Cuiabá”.

Volkmer lembra que os focos na área urbana são proibidos o ano todo e são considerados crimes. Para o combate, a Defesa Civil municipal que atuará com caminhões pipas, motoristas e brigadistas, além de operar ao lado do Corpo de Bombeiros. Além disso, com a parceria, cada instituição fará o seu papel, visando melhorias na prevenção, e quando necessário, autuando administrativamente e impetrando ação judicial contra os infratores. “Entendendo que é competência ao município combater as queimadas urbanas, a Sema não irá atuar apenas em suas atribuições legais. Iremos auxiliar os municípios e estreitar relações com o Ministério Público com instalação de brigadas municipais mistas e a troca de conhecimento e experiências”, afirmou o titular da Sema, André Baby.

Para auxiliar o trabalho operacional, o município ficará encarregado de divulgar informações relativas às queimadas urbanas, tais como formas de registro de denúncias, transparência nos atendimentos, assim como informações sobre malefícios causados por essa modalidade de crime. Quem for pego em flagrante, será encaminhado para o Ministério Público (MPE).


Compartilhe nas redes sociais
facebook twitter
topo