Seu navegador não suporta javascript!
Ministério Público do Estado de Mato Grosso
Página Inicial
 
Intranet
Acessar Intranet
MP na Mídia
20.10.17 10h09
Polícia prende assaltantes de residências
20.10.17 10h06
Valdir Piran se livra de tornozeleira
19.10.17 10h14
Em nota, Gaeco repudia as declarações do cabo
19.10.17 10h09
Juíza vai processar cabo da PM
19.10.17 10h04
Aniversário é lembrado com protesto e pedidos

Mais MP
Intranet
Acessar
Tamanho A A
'COMPRA COLETIVA'

Prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande aderem a consórcio de saúde

Por JANÃ PINHEIRO
Quinta, 10 de agosto de 2017, 15h34

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, assinaram na manhã desta quinta-feira (10), na Procuradoria Geral de Justiça, protocolo de adesão para participar de um consórcio de saúde que está sendo formatado para comprar e distribuir medicamentos e insumos hospitalares, destinados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Com estas duas adesões, sobe para 78 o número de municípios que já assinaram o protocolo para participar da chamada “compra coletiva”.

Em maio deste ano, Ministério Público do Estado, Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Tribunal de Contas do Estado, Secretaria de Estado de Saúde e Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de MT assinaram um protocolo de intenções para criar o consórcio. Desde então, os parceiros vêm trabalhando em conjunto para mostrar aos prefeitos os benefícios trazidos pelo consórcio. A principal vantagem da compra em conjunto é a redução de custos. A expectativa é conseguir uma economia de até 70% na aquisição de medicamentos e insumos de saúde.

A adesão dos dois maiores municípios do Estado, junto com os outros 76 que já haviam assinado o protocolo, representa 60% das aquisições de medicamentos realizados no Estado. O consórcio busca a adesão dos 141 municípios mato-grossenses, quanto mais prefeituras comprando, menor o custo. A expectativa é que a primeira compra seja realizada no início de 2018. Mesmo após a efetivação do consórcio, novos municípios podem aderir.

O procurador-geral de Justiça Mauro Curvo destacou a importância da adesão de Cuiabá e Várzea Grande. “Hoje temos a satisfação de receber aqui os dois maiores municípios do Estado assinando este protocolo de adesão. Este não é um trabalho do Ministério Público é uma realização coletiva. Estamos juntos para realizar um sonho, que é termos aqui em Mato Grosso um consórcio para adquirir medicamentos, materiais e equipamentos hospitalares, serviços na área de saúde, que englobem todos os municípios e, que vá além, que englobe o Estado comprando medicamentos de alto custo, para que a gente possa garantir que o medicamento chegue até aquela pessoa que está precisando, que está enfrentando um problema de saúde.”

Na solenidade os prefeitos receberam, simbolicamente, a minuta de lei municipal que precisa ser aprovada nas câmaras municipais para que o consórcio possa ser criado de direito e de fato. “Estamos trabalhando dia e noite porque acreditamos que este consórcio pode ser um divisor de águas na saúde de Mato Grosso”, destacou Mauro Curvo.

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, parabenizou o procurador-geral de Justiça pela iniciativa. “Este trabalho não é para o senhor é para toda uma população de um estado e de todos os municípios que precisam deste pacto, desta união. Hoje quem sofre com a falta de medicação é o cidadão. Nós gestores, porém, sofremos também, porque encontramos muitas dificuldades com fornecedores, com licitações que muitas vezes dão deserta e isso compromete a aquisição de medicamentos. Acredito que estamos dando hoje um passo importantíssimo que vai impactar diretamente na vida de cada pessoa que precisa de um remédio e também nos cofres públicos, já que comprando juntos vamos economizar”.

Já o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, classificou o momento como histórico para a saúde pública de Cuiabá e do Estado de Mato Grosso. “Meus parabéns ao procurador Mauro Curvo que, justiça seja feita, é o grande idealizador deste consórcio. Tão logo foi eleito ele esteve no meu gabinete me falando deste projeto, já sonhando com este novo procedimento, probo, ágil, democrático e integrado para aquisições de medicamentos e todos os insumos hospitalares. Foi um sonho que agora se torna realidade. São instituições se reunindo para dar solução a um dos mais angustiantes problemas do nosso Estado, que é a questão da saúde pública e, em particular, as aquisições de medicamentos. Todos sairão ganhando com este consórcio. O grande beneficiado, porém, será a população”.

O consórcio tem por objeto institucional à gestão associada de saúde com a finalidade específica de operacionalizar ações de assistência farmacêutica por meio da aquisição e distribuição de medicamentos, insumos, equipamentos e serviços, com o fito exclusivo à população do SUS.

Na adesão as partes se comprometem, entre outros pontos, a integrar ações para articulação, organização e operacionalização de consórcio destinado à aquisição de medicamentos e insumos de saúde, bem como apoiar a incentivar a adesão dos 141 municípios de Mato Grosso ao consórcio.

Participaram da reunião do termo de adesão o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho, o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Antonio Joaquim, o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga e o representante da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Wagner Simplício.

 
Compartilhe nas redes sociais
e-mail facebook twitter


Confira também:
20.10.17 17h27 » MPE e Vigilância Sanitária realizam operação em estabelecimentos comerciais
20.10.17 15h52 » MPE, Senai e Conselho da Comunidade promovem cursos de qualificação em cadeia pública
20.10.17 15h26 » Justiça acata pedido do MPE e decreta indisponibilidade de bens de prefeito e secretária de Educação por fraude em licitação
20.10.17 15h25 » MPE reúne parceiros durante lançamento do projeto “Onde há educação, a corrupção não tem vez”
19.10.17 17h39 » Conselho Superior do Ministério Público divulga lista de inscritos em editais de remoção
19.10.17 14h45 » Madeiras utilizadas para construção de pesqueiros irregulares se transformam em parquinho infantil
19.10.17 13h49 » MPE entra com ação por falta de vagas para adolescentes que cometem atos infracionais graves
19.10.17 10h47 » MPE realiza curso para fomentar a atuação extrajudicial
18.10.17 18h00 » Instituições se articulam para criar mecanismo estadual de prevenção e combate à tortura
18.10.17 14h57 » MPE e parceiros lançam projeto “Onde há educação, a corrupção não tem vez” nesta quinta-feira (19.10)
18.10.17 14h32 » Gaeco defende legalidade de suas ações e diz ter “estranhado” depoimento de PM após STJ avocar investigação
18.10.17 14h18 » MPE celebra TAC para regularizar transporte coletivo urbano em Diamantino
17.10.17 10h01 » MPE e parceiros investigam origem da contaminação do Córrego Peraputanga
17.10.17 09h05 » Conselho Superior do Ministério Público divulga nove editais
16.10.17 13h05 » Após ação do MPE, prefeita de Juara tem bens bloqueados pela Justiça





youtube facebook facebook RSS







Galeria de Fotos
Mais Fotos
Entrevistas
Entrevistas
Buscar
Agenda e Eventos
Mais Agenda

Defender o regime democrático, a ordem jurídica e os interesses sociais e individuais indisponíveis, buscando a justiça social e o pleno exercício da cidadania.

» A Instituição » Teclas de Atalho » Corregedoria-Geral
» Acessibilidade » Projetos » Controle Interno
» Concursos » Departamentos » Gestão Ambiental - MP Sustentável
» Legislação » Licitações » Links
» Lotacionograma » Notícias » Órgãos Auxiliares
» Planejamento Estratégico » Portal Transparência » Procuradorias de Justiça Especializadas
» Publicações DOE » Todos Contra as Drogas » Terceiro Setor

Procuradoria Geral de Justiça

Rua Quatro, s/nº

Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-921

Fone: (65) 3613-5100


Sede das Promotorias de Justiça da Capital

Av. Desembargador Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº

Setor D - Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-928

Fone: (65) 3611-0600

Horário de atendimento ao público externo e protocolo: 08h às 18h

Ministério Público do Estado de Mato Grosso - Procuradoria Geral de Justiça