Seu navegador não suporta javascript!
Ministério Público do Estado de Mato Grosso
Página Inicial
 
Intranet
Acessar Intranet
MP na Mídia
23.08.17 09h53
Ministério Público investiga pagamentos de pensões
23.08.17 09h51
Secretaria de Saúde não poderá mais usar nome do Ipas
22.08.17 13h56
Turin defende carreira atrativa para o MP e melhor salário a professor
18.08.17 10h49
Cridac passará por reforma
18.08.17 10h42
Selma suspende todas audiências

Mais MP
Intranet
Acessar
Tamanho A A
ÁGUA PARA O FUTURO

Projeto utiliza tecnologia própria para identificar nascentes na Capital

Por CLÊNIA GORETH
Quinta, 10 de agosto de 2017, 10h35

O Projeto Água para o Futuro, desenvolvido pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso em parceria com outras instituições, continua identificando nascentes na grande Cuiabá. Além das 131 apontadas em pesquisa realizada pela Universidade Federal de Mato Grosso e Cab Ambiental, o projeto identificou recentemente 250 novas possíveis nascentes. Desse montante, 35 já foram confirmadas em apenas duas semanas.

O promotor de Justiça Gerson Barbosa explica que o trabalho de identificação é feito com base em estudo científico que reúne dados do solo, hidrografia, curvas de nível, imagem de satélite de alta resolução, georreferenciadas, mapa planialtimétrico, modelo digital de elevação, entre outras informações.

 “A análise é feita por profissionais especializados, em laboratório, mediante procedimento elaborado especificamente para esse fim, pelos técnicos do projeto Água para o Futuro. Depois de um estudo criterioso, a equipe sai a campo para a confirmação das possíveis nascentes”, destacou o idealizador e coordenador da iniciativa.

Além da identificação remota, o projeto conta com outro importante aliado: trata-se de um aplicativo que está possibilitando a participação da sociedade no trabalho de identificação das nascentes. Desenvolvido para os sistemas android e IOS, a ferramenta permite ao cidadão enviar fotografias diretamente ao  o Ministério Público. Após análise das imagens,  uma equipe técnica posteriormente fará vistoria no local indicado.

O aplicativo pode ser usado tanto para acompanhar o monitoramento de nascentes já identificadas e catalogadas, quanto para informar a descoberta de novas fontes de água. O objetivo do MPE e dos parceiros no projeto - Instituto Ação Verde e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) -  é garantir o abastecimento de água para as atuais e futuras gerações, sendo fundamental, para tanto, salvar as áreas de preservação permanente e as nascentes.
 
Compartilhe nas redes sociais
e-mail facebook twitter


Confira também:
23.08.17 17h30 » MP entra com ação e pede desocupação e demolição de imóveis construídos em área verde
23.08.17 15h46 » MPE ingressa com ação contra Estado e requer providências para adequação do Terminal Rodoviário de Cuiabá
23.08.17 10h54 » Parecer do MPE é pelo não cabimento do Mandado de Segurança impetrado pelo ex-secretário de Administração
23.08.17 10h52 » Projeto investe em educação ambiental para conservação de nascentes na Capital
23.08.17 08h09 » Ouvidoria Itinerante atende nesta quinta no bairro Parque Cuiabá
22.08.17 15h59 » MPE realiza congresso para discutir dilemas e desafios no processo de educação
21.08.17 18h03 » Comissão de Gestão Ambiental do MPE visita unidades de compostagem para elaborar Plano de Logística Sustentável
21.08.17 16h31 » MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
21.08.17 14h21 » MP produz revista sobre a realidade do local onde ocorreu a maior chacina de MT
21.08.17 10h42 » MPE pede a condenação de ex-prefeito por perda de recursos federais para o município
18.08.17 16h59 » MPE denuncia estudante por homicídio triplamente qualificado e requer manutenção de prisão
18.08.17 10h18 » MP recomenda que hospital cumpra a lei e deixe parturiente ter acompanhante
18.08.17 08h22 » MP entra com ação e pede anulação de processo seletivo em Cáceres
17.08.17 17h55 » Acordos firmados pelo MPE asseguram mais de R$ 11 milhões para início das obras
17.08.17 17h48 » TAC assegura ressarcimento de R$ 253 milhões aos cofres públicos





youtube facebook facebook RSS







Galeria de Fotos
Mais Fotos
Entrevistas
É possível estender efeitos de decisão, que concede medidas cautelares a colaborador, a corréus não colaboradores?
Por Mauro Viveiros: Procurador de Justiça titular da Procuradoria Criminal Especializada na área de Crime Organizado, Mestre em Direito pela UNESP, Doutor em Direito Constitucional pela Universidade Complutense de Madrid e Especialista em Estudos sobre o Crime Organizado pela Universidade de Salamanca-ES.
Mais Entrevistas
Buscar
Agenda e Eventos
Congresso Determinantes do Sucesso Educacional no Brasil
Data: 24.08.2017 - 25.08.2017
Informações: (65) 3688-6400
I Encontro Estadual da Infância e Juventude
Data: 31.08.2017 - 01.09.2017
Informações: (65) 3613-5174
Mais Agenda

Defender o regime democrático, a ordem jurídica e os interesses sociais e individuais indisponíveis, buscando a justiça social e o pleno exercício da cidadania.

» A Instituição » Teclas de Atalho » Corregedoria-Geral
» Acessibilidade » Projetos » Controle Interno
» Concursos » Departamentos » Gestão Ambiental - MP Sustentável
» Legislação » Licitações » Links
» Lotacionograma » Notícias » Órgãos Auxiliares
» Planejamento Estratégico » Portal Transparência » Procuradorias de Justiça Especializadas
» Publicações DOE » Todos Contra as Drogas » Terceiro Setor

Procuradoria Geral de Justiça

Rua Quatro, s/nº

Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-921

Fone: (65) 3613-5100


Sede das Promotorias de Justiça da Capital

Av. Desembargador Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº

Setor D - Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-928

Fone: (65) 3611-0600

Horário de atendimento ao público externo e protocolo: 08h às 18h

Ministério Público do Estado de Mato Grosso - Procuradoria Geral de Justiça